20 C
Rio de Janeiro
segunda-feira, maio 27, 2024
Mais

    Congresso reconhece calamidade pública no RS

    Date:

    O Congresso Nacional aprovou o decreto que reconhece o estado de calamidade pública no Rio Grande do Sul.

    ++ Câmara aprova decreto que reconhece calamidade pública no RS

    O governo federal dependia dessa aprovação para liberar verba para o estado. Agora o governo estadual e as prefeituras já podem começar a apresentar os projetos para os ministérios. Em entrevista a emissoras de rádio, o presidente Lula prometeu liberar a verba: “Não haverá falta de recursos para atender a necessidade do Rio Grande do Sul. Estamos naquela fase que o emergencial vai ser liberado a partir de hoje. Vários ministérios já têm autorização para começar a liberar os recursos iniciais para os primeiros socorros. A partir de hoje, os prefeitos e o governo estadual podem cadastrar pedidos para escolas, creches, unidades de saúde, hospitais, recuperação de equipamentos. É só cadastrar que vai começar a acontecer imediatamente para atendimento do povo”.

    Lula também demonstrou preocupação com o impacto das chuvas na oferta de arroz, e o risco de alta nos preços. O Rio Grande do Sul é responsável por cerca de 70% da produção de arroz do país.

    ++ Motorista do Porsche se entrega à polícia

    À tarde, o ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, disse que 1,6 milhão de toneladas do alimento não haviam sido colhidas antes das chuvas e, para manter o preço do produto estável, vai editar, nos próximos dias, uma medida provisória para permitir a importação de até 1 milhão de toneladas de arroz, principalmente de países do Mercosul.

    Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS.

    Mais Recentes