20 C
Rio de Janeiro
sábado, abril 20, 2024
Mais

    Preso por estupro, Robinho era sócio de traficante, afirma senador

    Date:

    Robinho foi preso na última quinta-feira (21), condenado pela Justiça da Itália a 9 anos de detenção pelo crime de um estupro cometido em Milão, por volta de 2013. O ex-jogador de futebol, inclusive, teria suposta associação a um traficante, segundo afirmou o senador Jorge Kajuru (PSB-GO).

    ++ Além de Robinho e Daniel Alves: conheça 5 jogadores que já tiveram problemas com a justiça

    Em vídeo publicado em sua página do Tiktok, o apresentador afirmou que o ex-atleta é um “vagabundo de quinta categoria” e que “já foi sócio de traficante de drogas”. “Conheço o Robinho, um vagabundo de quinta categoria. Robinho já foi sócio de traficante de drogas em Santos e eu falei isso em rede nacional, na Band. Ele não me processou porque sabia que eu tinha provas. Repito: sócio de traficante de drogas em Santos”, disparou.

    “É um picareta em todos os sentidos, mau-caráter, mau colega e fez o que fez. O estupro dele foi coletivo, oito pessoas com uma mulher em Milão. E agora ele quer dizer que é inocente?”, questionou o senador, sobre Robinho. Além disto, Kajuru ainda citou o fato do apoio concedido pelo ex-jogador condenado ao ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

    ++ Mãe é condenada à prisão perpétua por deixar filha de 1 ano e 4 meses sozinha por 10 dias

    “E ainda tem babaca nesse país que fala que ele é inocente, que ele está preso só porque apoiou o Bolsonaro. Vão pra puta que pariu. Tenham um pouco de sensibilidade, seus débeis mentais. Vocês são ignorantes, embora a ignorância seja a maior multinacional do mundo”, afirmou o político. “O sujeito pensar que ele foi preso porque apoiou Bolsonaro é uma coisa ridícula. Ele foi preso porque cometeu um crime chamado estupro”, concluiu.

    Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS.

    Mais Recentes