27 C
Rio de Janeiro
sábado, fevereiro 24, 2024
Mais

    Paraense é morta pelo ex-marido nos EUA; homem tirou a própria vida em seguida

    Date:

    A jovem paraense Melyssa Pereira da Costa, de 21 anos, foi vítima de homicídio pelo ex-marido, também brasileiro, Dheraldy Mendes, na cidade de Danbury, nos Estados Unidos. O corpo dela deve ser liberado dentro de uma semana, quando a família iniciará os trâmites para o traslado.

    ++ Show de MC Daniel acaba em tragédia com um morto e dois feridos

    Natural de Parauapebas (PA), Melyssa foi morta na segunda-feira (20/11), e o ex-marido tirou a própria vida em seguida. Familiares relataram que o casal estava junto por cerca de quatro anos, mudaram-se para os Estados Unidos, mas estavam separados há um mês. Eles deixam um filho de 1 ano.

    ++ Jovem morre em hospital em São Paulo após implorar por ajuda 4 dias seguidos

    A Prefeitura de Parauapebas entrou em contato com a família e ofereceu custear as despesas do traslado do corpo, estimadas em R$ 64 mil.

    Amigos da jovem, que estudava Biomedicina e trabalhava como faxineira nos EUA, iniciaram uma vaquinha virtual para arrecadar fundos destinados ao transporte do corpo para o Brasil, além de cobrir outras despesas.

    “Paramos a vaquinha porque o prefeito daqui entrou em contato com a mãe dela, dizendo que ia arcar com o custo. Ficamos muito agradecidos. Fiz um orçamento com uma empresa e ficou tudo em torno de R$ 64 mil, não sabíamos como íamos trazer a Mel de volta e aí os amigos tiveram a ideia da vaquinha virtual ontem. Vamos utilizar o valor arrecadado com a vaquinha para ajuda a mãe, que ficou muito abalada com essa perda”, diz Gislene Silva, tia de Melyssa.

    Conforme relato da tia de Melyssa, a família de Dheraldy também reside nos EUA. O casal compartilhava uma casa localizada na mesma rua onde os pais de Dheraldy vivem.

    Após a separação, a paraense permaneceu na residência com o filho, enquanto Dheraldy se mudou para a casa dos pais. Poucos detalhes foram compartilhados pela jovem sobre o divórcio, limitando-se a mencionar que estava tudo bem e que a família de Dheraldy estava prestando auxílio.

    “Ela casou aqui e foi grávida pra lá. Aqui nunca foram de brigar, pra gente isso tudo foi muita surpresa, ficamos em choque. Quando ela foi para lá, dizia pra gente que Deus tinha abençoado ela com um marido maravilhoso, sempre dizia isso pra gente. Quando soubemos da separação, ficamos sem entender, mas ela disse a irmã que tava bem, que a família dele estava dando apoio pra ela e que ela queria terminar a faculdade pra voltar pra cá com o filho”, diz Gislene.

    Sobre Dheraldy, a tia diz que era um “jovem muito na dele” e que por isso não costumava falar com familiares de Melyssa.

    “Ele não era muito de conversar com a gente, falava às vezes quando vinha por aqui, mas era muito na dele. Como pareciam se respeitar e ela dizia que ele era um bom marido, achamos que estava tudo normal, foi um choque quando veio a notícia que ela estava solteira. Ela disse que estava bem, que ia seguir em frente, mas não disse os motivos, nem pra irmã, que era com quem ela tinha mais contato”, contou.

    Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS.

    Mais Recentes