25.5 C
Rio de Janeiro
quinta-feira, maio 23, 2024
Mais

    EUA acusam Rússia de violar tratado e usar armas químicas em guerra com Ucrânia

    Date:

    Os Estados Unidos acusaram a Rússia de usar armamento químico, incluindo cloropicrina, contra forças ucranianas, violando a Convenção sobre Armas Químicas. Em resposta, Washington anunciou novas sanções contra empresas e indivíduos envolvidos no financiamento da invasão russa na Ucrânia, afetando também unidades de pesquisa e empresas ligadas aos programas russos de armas químicas e biológicas. Essas ações ocorrem em meio a pressões por mais transparência da Rússia sobre seu arsenal químico militar, apesar de o país negar sua posse.

    ++Trump elogia ação policial em protesto pró-Palestina “lindo ver”

    O Departamento de Estado dos EUA acusou a Rússia de usar cloropicrina e gás lacrimogêneo como armas de guerra na Ucrânia, em violação à convenção internacional. Esta acusação vem acompanhada de sanções contra empresas de defesa russas e entidades chinesas, além de unidades de pesquisa e empresas russas ligadas a armas químicas e biológicas. A Rússia, por sua vez, afirma não possuir mais um arsenal químico militar, mas enfrenta pressões por maior transparência sobre o uso desse tipo de armamento.

    ++Eduardo Bolsonaro dá medalha de “imbrochável ao ministro da Hungria

    As acusações dos EUA vêm em um contexto de tensões crescentes entre os países, com Washington também mencionando o envenenamento de Alexei Navalny e dos ex-agentes duplos Sergei e Yulia Skripal com agentes nervosos Novichok como exemplos do desrespeito da Rússia às obrigações da convenção. Navalny, opositor de Vladimir Putin, morreu em circunstâncias ainda não esclarecidas, enquanto Skripal e sua filha foram envenenados no Reino Unido em 2018.

    Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS.

    Mais Recentes