25 C
Rio de Janeiro
quarta-feira, fevereiro 21, 2024
Mais

    Israel e Hamas fecham acordo para libertação de 50 reféns

    Date:

    Em troca da libertação, o acordo prevê cessar-fogo temporário e libertação de prisioneiros palestinos em posse do estado israelense.

    O governo israelense e as lideranças do grupo Hamas selaram acordo para a libertação de 50 reféns israelenses capturados nos ataques terroristas do dia 07/10. O anúncio foi feito na madrugada de quarta-feira (22/11).

    ++Conflito entre Israel e Hamas: Ataque a Hospital Indonésio em Gaza deixa ao menos 12 morto

    O acordo prevê que, em troca da libertação de parte dos reféns capturados pelo Hamas e outros grupos extremistas, o governo de Israel liberte prisioneiros palestinos e imponha uma pausa humanitária na Faixa de Gaza. O Catar foi responsável por mediar as tratativas.

    Conforme divulgou a mídia israelense, o acordo também prevê que a Cruz Vermelha acesse os reféns que continuarão sob a posse do Hamas. Embora o acordo contemple 50 reféns, o número total de capturados em mãos dos extremistas é estimado em 239 pessoas. A proposta prevê que sejam libertadas 30 crianças e adolescentes, oito mães e 12 mulheres.

    ++Conflito entre Israel e Hamas: hospitais em Gaza fecham devido à escassez de combustível e medicamentos

    A guerra entre Israel e Hamas chegou ao 46º dia nesta terça. O conflito teve uma escalada histórica no último dia 7 de outubro, quando o grupo extremista promoveu um ataque-surpresa em território israelense. Desde então, Israel promove bombardeios e incursões por terra na Faixa de Gaza.

    O acordo vem no momento em que o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, é pressionado por manifestações de familiares de reféns por medidas que levem à libertação dos capturados.

    Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS

    Mais Recentes