25 C
Rio de Janeiro
quinta-feira, fevereiro 22, 2024
Mais

    Governo Tarcísio renova contrato das câmeras corporais da PM por mais 6 meses

    Date:

    O governo Tarcísio de Freitas (Republicanos) renovou por apenas mais seis meses o contrato de câmeras usadas nas fardas da Polícia Militar (PM) de São Paulo, em meio ao aumento do número mortes por parte da corporação e a declarações sobre a descontinuidade do programa.

    A gestão atual herdou dois contratos de prestação de serviços assinados com o Consórcio Axon e Advanta, em 2020, ainda na gestão do ex-governador João Doria (ex-PSDB). Ao todo, são 10.125 câmeras corporais disponibilizadas à PM.

    ++ Mulher que cortou pênis do marido diz que foi perdoada e pede liberdade

    Inicialmente válido por 30 meses, o primeiro contrato é referente a 3.125 câmeras corporais e venceu em dezembro de 2023. Ao renová-lo, no entanto, o atual governo optou por só garantir esses equipamentos até 1º de junho.

    A informação consta em publicação do Diário Oficial de São Paulo e, segundo o documento, o valor estimado da renovação é de R$ 1,8 milhão por mês, totalizando R$ 10,7 milhões no período. O segundo contrato, referente as outras 7 mil câmeras, vence no dia 18 de julho de 2024.

    ++ Mãe mata filho autista e tira própria vida no Distrito Federal

    Um estudo de 2023, realizado pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) junto ao Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), mostra que a letalidade de PMs em serviço caiu 62,7% na comparação entre 2019, ano anterior ao início do programa, e 2022. O número de policiais mortos em confrontos também diminuiu de 14 para 6.

    Já Tarcísio questiona a efetividade das câmeras: “A gente não descontinuou nenhum contrato. Os contratos permanecem. Mas qual a efetividade das câmeras corporais na segurança do cidadão? Nenhuma”, disse o governador.

    Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS

    Mais Recentes