28.5 C
Rio de Janeiro
quarta-feira, fevereiro 21, 2024
Mais

    Funcionária grava discussão minutos antes de mulher ser morta pelo marido, em Alagoas

    Date:

    Carla Janiere da Silva Barros, de 24 anos, que foi morta a tiros pelo marido, dentro da loja do casal, em Murici, no interior de Alagoas, na tarde de terça-feira, foi agredida pelo mesmo minutos antes.

    ++ Testemunha revela assunto que motivou briga entre Ana Hickmann e o marido

    O fato foi filmado pela funcionária da loja, que quis comprovar as agressões. Nas imagens é possível ouvir ela dizendo que ele havia pegado no pescoço da esposa, e que ainda teria tentando agredir a jovem que está gravando.

    Ele justifica pelo fato de Janny, como era conhecida, está sendo tratada como a patroa, e ele como o funcionário. A esposa pede para que a amiga continue filmando. O homem bate com a mão no balcão. Janny aumenta o tom de voz dizendo para ele parar, mas o suspeito continuar até quebrar o balcão, e depois ainda faz ameaças.

    O momento em que a jovem é morta não foi filmado. Ela foi assassinada a tiros.

    Segundo a Polícia Militar, o marido dela, Jeferson Marcos Timóteo da Silva, deitou ao lado do corpo para fingir que estava morto e evitar ser preso, mas os militares perceberam a farsa e ele acabou preso.

    ++ Homem é condenado a 12 anos de prisão, após tirar vida de amigo em partida de sinuca em Brasília

    A loja de roupas e acessórios em que a vítima foi morta foi inaugurada há menos de três meses. Janny e o marido também tinham uma loja em Porto Calvo.

    Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS.

    Mais Recentes