22 C
Rio de Janeiro
sábado, abril 20, 2024
Mais

    Cabo Vaneza, morta no RJ, investigava 400 militares suspeitos de atuar na milícia

    Date:

    A cabo Vaneza Lobão, morta em Santa Cruz, RJ, em novembro do ano passado, investigava cerca de 400 policiais militares suspeitos de envolvimento com milícias.

    ++ Carlinhos Maia denuncia crimes na Ilha de Marajó, no PA

    Vaneza trabalhava na 8ª Delegacia de Polícia Judiciária Militar e sua principal função era cuidar da sua lista de suspeitos, focada na Zona Oeste do Rio.

    A militar foi assassinada em frente à casa onde morava. Foi baleada por bandidos encapuzados e armados de fuzis. As investigações levaram à prisão do subtenente Leonardo Vinicio Affonso, suspeito de ter vínculos com milícias e de ter acesso a informações sobre Vaneza.

    Affonso trabalhou na mesma unidade que Vaneza e foi afastado após uma denúncia anônima. Ele foi posteriormente promovido e se tornou motorista pessoal de um coronel, sendo preso após suspeitas de envolvimento no homicídio.

    ++ Influencer Vitinho Cell é executado em posto de gasolina, no Amazonas

    A investigação aponta que Affonso fez várias consultas ao sistema interno da polícia, possivelmente para obter informações sobre Vaneza. Ele continua detido enquanto as investigações continuam.

    Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS

    Mais Recentes