24 C
Rio de Janeiro
sábado, abril 13, 2024
Mais

    Com aval do governo, preços de medicamentos deve subir até 4,5%

    Date:

    Os preços dos medicamentos deve aumentar, em até 4,5%, em todo o país, nesta semana.

    Esse percentual, que funciona como um teto (valor máximo), foi definido pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED) e publicado no Diário Oficial da União (DOU) da última quinta-feira (28).

    ++ Receita Federal apreende cerca 1,3 tonelada de cocaína em porto do Rio

    Em nota, o Ministério da Saúde informou que o valor é o menor praticado desde 2020 e que o percentual “não é um aumento automático nos preços, mas uma definição de teto permitido de reajuste”.

    As farmácias podem aplicar esses 4,5% de reajuste de uma vez ou “parcelar” esse aumento ao longo do ano. Mas, até março do ano que vem (quando a Câmara de Regulação deve soltar nova regra), farmácias e fabricantes não podem aplicar reajustes maiores que esse.

    ++ Brasil assina acordo com a França para exploração de urânio

    Para chegar ao índice, a CMED observa fatores como a inflação dos últimos 12 meses (IPCA), a produtividade das indústrias de medicamentos e custos não captados pela inflação.

    Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS.

    Mais Recentes