22 C
Rio de Janeiro
sexta-feira, junho 14, 2024
Mais

    Pai de Neymar recebe voz de prisão após fiscalização em sua mansão

    Date:

    Na última quinta-feira (22) Neymar da Silva Santos, pai do jogador Neymar Jr., se envolveu em uma grande polêmica após ser alvo de uma voz de prisão por parte da secretária de Meio Ambiente de Mangaratiba. A situação ocorreu durante uma ação que investigava possíveis crimes ambientais na construção da mansão do empresário, denunciados anonimamente.

    Durante a fiscalização no local, foram encontradas diversas irregularidades, como desvio de curso de água, captação de água de rio, captação de água para lago artificial, terraplanagem, escavação e movimentação de pedras e rochas, além da aplicação de areia de praia, tudo sem autorização ambiental.

    ++ Key Alves cobre tatuagem em homenagem a Rodrigo Mussi com novo símbolo espiritual

    Em uma nota enviada ao jornal Metrópoles, a aprefeitura da cidade informou que a secretária Shayenne Barreto teria sido desacatada pelo pai de Neymar. No entanto, ele não chegou a ser detido “considerando o princípio da razoabilidade; e diante de um pedido da assessoria do senhor Neymar Santos, ele foi liberado para cumprir um compromisso em São Paulo”. O evento em questão foi o leilão beneficente realizado na noite de ontem em prol ao Instituto de Neymar Jr.

    Em um vídeo que se tornou viral nas redes, o empresário discute com os agentes presentes no local e afirma ter autorização para realizar as obras, porém, não apresentou o documento que comprovasse isso. Durante a discussão, visivelmente irritado, ele desacata as autoridades e recebe a voz de prisão da secretária. Contudo, de acordo com comunicado das autoridades, ele foi posteriormente liberado.

    ++ Carlinhos Maia faz desabafo sobre comparações com Virginia Fonseca: “Essa vaidade não existe mais”

    A fiscalização foi conduzida pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Mangaratiba, em colaboração com a Polícia Militar Ambiental, a Polícia Civil e agentes do Grupamento de Proteção Ambiental do município. Além da interrupção das obras e apreensão dos equipamentos, a prefeitura informou que será aplicada uma multa que pode ultrapassar os R$ 5 milhões. A situação ainda está em apuração pelas autoridades competentes.

    Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS.

    Mais Recentes