23.8 C
Rio de Janeiro
terça-feira, maio 21, 2024
Mais

    Flay rebate críticas após ajudar o RS: “Se eu quiser like, solto foto de biquíni”

    Date:

    A cantora e ex-BBB Flay se viu obrigada a se manifestar nas redes sociais após ser alvo de críticas por sua iniciativa de ajudar as vítimas das enchentes que atingiram o Rio Grande do Sul. Um dia após desembarcar no estado e iniciar trabalhos voluntários, a artista foi acusada de estar usando a tragédia para se promover.

    ++ Pedro Scooby adota cachorro que resgatou no Rio Grande do Sul: “Tive uma conexão”

    Em um desabafo, Flay expôs a frustração com as mensagens negativas que recebeu: “Tenho recebido uns directs me atacando por estar aqui. Estou um pouco confusa com o que vocês têm dentro do coração, porque estou aqui para servir a Deus, unicamente por humanidade, pelo meu senso de amor ao próximo. Ninguém sai do conforto de sua casa para vir passar o que estamos passando e ver o que estamos vendo por causa de like.”

    A cantora ressaltou que a realidade das vítimas das enchentes vai muito além do que é mostrado nas redes sociais. “Muito do que estamos passando e testemunhando aqui vocês não têm ideia. É muito triste, muito sofrimento”, afirmou. “As pessoas estão perdidas, sem saber para onde ir, o que fazer. E aí vem gente me criticar? Criticar quem está aqui para ajudar?”, questionou.

    ++ Alok doa mais de 350 toneladas de água, alimentos e produtos para o Rio Grande do Sul

    Com indignação, a ex-BBB direcionou suas palavras aos “haters”, como são conhecidos aqueles que fazem críticas mal-intencionadas na internet. “Vocês não levantam a b*nda do sofá para fazer nada e estão vivendo sua vida sem sentir a dor do próximo”, disparou. “Se eu quiser like, solto cover e foto de biquíni, que vocês dão like pra caramba, às vezes mais do que para o nosso trabalho. Para quem não me conhece, ligo muito o fa-se para hater, estou ca**ndo para a sua opinião. Você já está morto por dentro, morto de espírito”, completou.

    Flay finalizou seu desabafo reiterando seu compromisso em ajudar as vítimas da tragédia: “Vim para o Rio Grande do Sul para ajudar, não para me promover. Doei roupas, remédios, e estou aqui para ‘a missão’, disposta a fazer tudo o que for necessário para minimizar o sofrimento dessas pessoas. Era isso o que você deveria fazer também, em vez de estar no conforto de sua casa criticando as outras pessoas. Estou fazendo minha parte.”

    Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS.

    Mais Recentes