20 C
Rio de Janeiro
domingo, julho 14, 2024
Mais

    Jovem é condenado a 13 anos por matar TikToker que fez sinal de facção

    Date:

    Ryan Aparecido Correa foi condenado a 13 anos e quatro meses de prisão como um dos responsáveis pelo assassinato da jovem Ellen Nascimento da Silva, de 21 anos, em decorrência de um vídeo publicado no TikTok. O julgamento ocorreu na última sexta-feira (14/6) no Tribunal do Júri em Brasnorte, Mato Grosso.

    ++ Pai confessa agressão e é preso após morte de bebê de 7 meses

    Os outros réus serão julgados em data ainda não definida.

    ++ Ator é preso com a esposa sob suspeita de fraudar doações ao RS

    Durante o julgamento, o Conselho de Sentença acatou todas as argumentações do Ministério Público de Mato Grosso e condenou Correa por homicídio triplamente qualificado e corrupção de menores.

    No entanto, a pena estabelecida pelo juiz foi considerada baixa pelo promotor de Justiça substituto Jacques de Barros Lopes, que atuou na sessão, levando o Ministério Público a afirmar que irá recorrer da decisão.

    Ellen Nascimento da Silva foi assassinada com tiros em abril de 2022. Seu corpo foi encontrado na zona rural do município, com as mãos amarradas. Ryan Aparecido Correa, membro de uma facção criminosa, é acusado de ser o autor dos primeiros disparos contra ela.

    De acordo com as investigações, Ellen teria sido morta após publicar um vídeo no TikTok fazendo um gesto com as mãos (sinal “três”), interpretado pelo Comando Vermelho de Brasnorte como apoio à facção rival PCC.

    Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS.

    Mais Recentes