22 C
Rio de Janeiro
sexta-feira, julho 12, 2024
Mais

    Haddad sugere aumentar cashback da carne ao invés de isentar o produto

    Date:

    O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, afirmou que em vez de isentar todas as carnes, a regulamentação da reforma tributária poderia prever um cashback.

    ++ Aprovação de Lula sobe para 54% e descola da reprovação, segundo pesquisa

    O cashback ampliado para a compra desses produtos beneficiaria famílias de renda mais baixa. “O impacto é maior porque o volume de proteína animal consumida no Brasil é relevante. Está sendo discutido aumentar a parcela do imposto que é devolvida para as pessoas que estão no Cadastro Único (de benefícios sociais do governo). Isso é uma coisa que tem efeitos distributivos importantes. Então, às vezes não é isentar toda a carne, mas aumentar o cashback de quem não pode pagar o valor cheio da carne”, afirmou.

    De acordo com Haddad, o primeiro projeto de regulamentação da reforma tributária pode ser votado na Câmara esta semana.

    ++ Bolsonaro sabia da venda milionárias das joias em esquema criminoso, diz PF

    O grupo de trabalho da Câmara apresentou o relatório do projeto na semana passada, mantendo a tributação de 40% da alíquota geral para carnes bovinas. O assunto tem sido foco de pressão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que seja dada a isenção.

    Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS.

    Mais Recentes