26.2 C
Rio de Janeiro
domingo, dezembro 3, 2023
Mais

    Ludmilla entra com ação judicial após denunciar novos ataques racistas: “Exausta”

    Date:

    Ludmilla utilizou as redes sociais nesta segunda-feira (20), e se pronunciou após ter se tornado alvo de novos ataques racistas, em pleno Dia da Consciência Negra. Em um longo desabafo, a cantora rebateu os comentários preconceituosos à altura.

    ++ Ana Hickmann revela insônia em meio à polêmica de agressão do marido

    Em sua conta do Instagram, a ‘Rainha da Favela’ destacou o “ódio gratuito” que tem recebido desde que se tornou artista e que este foi “um recorte do racismo que sofro em minha rotina”.

    “Mais um dia da Consciência Negra no Brasil, mais um ano em que, na teoria, o mês de novembro faz com que o mundo nos olhe e ouça mais. Acontece que, na prática, veio à tona, nos últimos dias, um recorte do racismo que sofro em minha rotina, principalmente depois que me tornei artista. Um ódio gratuito jogado em mim por perfis racistas ‘vestidos’ de fãs, que nem de longe lembram o público que gosta de música de verdade”, desabafou Ludmilla. A esposa de Brunna Gonçalves, inclusive, também ressaltou que sua equipe jurídica já está em ação para punir os responsáveis pelos atos racistas.

    ++ Sandy desmente que teria reatado casamento com Lucas Lima

    “Minha equipe jurídica já está em ação para identificar os responsáveis por esta enxurrada de ataques, assim como a equipe da plataforma, que já foi acionada e já excluiu os posts denunciados. Não dá mais para eu ter que responder por algo que fizeram comigo. Quem tem que falar ou mostrar a cara é quem faz isso, assim, impunimente. Exausta é pouco, mas não vou recuar – continuarei existindo e brilhando, doa a quem doer – e mais uma vez deixo aqui registrado: não há o que celebrar no dia 20 de novembro”, pontuou a cantora.

    Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS.

    Mais Recentes