22.8 C
Rio de Janeiro
sexta-feira, julho 12, 2024
Mais

    Juliano Cazarré revela ter adotado filho mais velho em meio à polêmica

    Date:

    Juliano Cazarré utilizou as redes sociais nesta segunda-feira (17), e surpreendeu ao confessar que seu filho mais velho, Vicente, de 14 anos, foi adotado. O relato do ator foi feito após ter recebido críticas por se posicionar a favor da ‘PL do aborto’ – projeto de lei, que prevê que o aborto realizado após as 22 semanas seja equiparado ao crime de homicídio, mesmo em caso de estupro.

    ++ Bárbara Evans reage contra críticas por cirurgia plástica após gravidez de gêmeos

    “Meu filho, Vicente, é adotado. Eu adotei o Vicente porque, quando eu reencontrei a Letícia, quando a gente se reencontrou para ficarmos juntos, para namorar e se amar – porque a gente se conhecia como amigos – Letícia estava grávida”, contou ele, que também é pai de Inácio, de 11 anos, Gaspar, de 5, Maria Madalena, de 3, Maria Guilhermina, de 1, e Estêvão, de 3 meses.

    Juliano Cazarré deu detalhes inéditos sobre o início do relacionamento com a atual esposa, Letícia, mãe de seus filhos. “Uma gravidez que veio fruto de uma relação abusiva que ela vivia, o cara não queria ser pai, e uma das sugestões do cara foi: ‘você não vai ter esse filho’, e a Letícia falou: ‘não preciso de você para nada, vou ter esse filho sozinha’, e voltou para a casa dos pais. Quando a gente se encontrou, ela estava de cinco meses, e eu me apaixonei por ela e sabia que ia ficar com ela o resto da gravidez e seria o pai daquela criança”, contou.

    “Mas o Vicente só vai ter essa oportunidade porque ele nasceu. Porque a Leticia teve a honra de falar: ‘eu vou ser mãe desse menino sozinha’. Olha só como é o destino: antes que a criança nascesse, eu apareci na vida dela. E esse menino não passou um único dia da vida dele sem pai, eu estava na Maternidade no dia que o Vicente nasceu”, refletiu o ator.

    ++ Ex-BBB Alane Dias fala sobre contrato com a Globo e possível estreia como atriz

    “Por mais desesperadora que seja a situação, a gente não sabe do futuro. A gente não sabe que graças ao futuro e ao destino podem nos trazer”, disse. “Não contra o aborto, não contra a morte, porque isso sim é colocar um ponto final, uma coroa de fracassos, uma tragédia”, pontuou Cazarré.

    Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS.

    Mais Recentes